Centro Comunitário da Paróquia S. Pedro de Aradas

Historial

A primeira pedra do Centro Comunitário da Paróquia de São Pedro de Aradas (sede e área da infância) foi lançada no dia 28 de novembro de 1976.

Em julho de 1977, foi criado canonicamente, como refere o artigo 1º dos estatutos aprovados pela Direção-Geral de Segurança Social em 5/03/86, o então denominado Centro Comunitário Paroquial de Assistência e Formação de São Pedro de Aradas, com sede na Freguesia de Aradas, concelho e distrito de Aveiro. Criado canonicamente em 1 de junho de 1975 e autorizado pelo Bispo da diocese. É uma instituição Privada de Solidariedade Social, não lucrativa, com personalidade jurídica no Foro Civil e regida por alguns estatutos, inaugurada em 13/01/80.

A Instituição surgiu por iniciativa da Paróquia de São Pedro de Aradas, pertencente à Diocese de Aveiro, na pessoa do seu Pároco de então, o Sr. Padre Júlio da Rocha Rodrigues, e iniciou as suas atividades em 3/12/79 com a Infantil (termo habitualmente utilizado na altura para caracterizar a pré-escola), com a frequência de 31 crianças dos 3 aos 6 anos. Posteriormente, em Setembro de 1980, abriu-se a valência da creche, com o primeiro acordo de cooperação assinado em 1982, o ATL (que encerrou no final do ano letivo de 2012/2013) e, mais recentemente, em dezembro de 2012, a valência Estrutura Residencial para Idosos, num edifício à parte. É, pois, uma instituição que presta serviço à comunidade, permitindo aos pais escolherem, de forma livre e ponderada, um espaço educativo onde possam confiar os seus filhos e aos demais familiares, nomeadamente dos utentes da ERPI, um espaço onde os seus idosos sejam atentamente cuidados.

Enquanto escola e estrutura residencial inclusiva a nível social, político e religioso, baseia a sua ação educativa e de promoção do bem-estar no desenvolvimento integral da pessoa, numa atitude de profundo respeito pela personalidade, ritmo de aprendizagem e de vida dos utentes que a frequentam.

Caracterização física do Centro Comunitário da Paróquia de S. Pedro De Aradas

O Centro Comunitário da Paróquia de S. Pedro de Aradas, mais concretamente o edifício da sede e onde funciona a área da infância, situa-se no Largo Acácio Rosa s/n, ao lado da Igreja Paroquial de S. Pedro de Aradas. O edifício onde funciona a Estrutura Residencial, Lar Paroquial Amelia Madail, situa-se na Rua Padre Daniel Correia Rama, 47. Ambos os edifícios, porque muito próximos, são circundados pela atividade fabril e agrícola de subsistência, atividades que envolvem, essencialmente, o grupo etário mais idoso. Ambos os edifícios têm ao seu lado o cemitério, entre evocações de antigas nobrezas, estão os mausoléus do desembargador Queirós (avô de Eça de Queirós) e do Dr. Alberto Souto, os quais se apresentam como apontamentos curiosos de interesse histórico.

Atualmente, o Centro Comunitário da Paróquia de S. Pedro de Aradas é composto por três valências – Creche, Pré-escolar e ERPI (estrutura residencial para idosos) – e é frequentado por cerca de cento e cinquenta e oito crianças e trinta e três idosos. A construção do novo edifício de Creche (anexo no edifício inicial), durante o ano de 2006, melhorou muito as suas infraestruturas, tendo-se tornado numa das Instituições mais modernas,  possuindo relevantes possibilidades de qualificar o trabalho prestado. O edifício do pré-escolar tem vindo a sofrer sucessivas remodelações no sentido de o melhorar e o da creche, construído então de raiz, é bem arejado e com muita luz solar. A construção de raiz do edifício da ERPI contribuiu em muito para aumentar a nossapopulação-alvo, e esperamos que, com a abertura do Centro de Dia e o Serviço de Apoio Domiciliário, a ampliemos ainda mais. A Estrutura Residencial também beneficia de infraestrutura arejada e com muita incidência de luz e de espaços amplos e diversificados.

Caracterização da Valência Lar Paroquial Amélia Madail

O Lar Paroquial Amélia Madaíl, adiante designado ERPI – Estrutura Residencial Para Idosos, é uma valência de apoio a idosos, integrada no Centro Comunitário da Paróquia de S. Pedro de Aradas, Instituição Particular de Solidariedade Social, registada no Livro nº 3 das Fundações de Solidariedade Social, sob o nº 34/86 a folhas 60 verso, em 05/03/86, com sede no lugar de Verdemilho, freguesia de Aradas, concelho de Aveiro. Desenvolve a sua atividade em instalações próprias, sedeadas na Rua Padre Daniel Correia Rama, nº 47, em Verdemilho, 3810-604 Aveiro, freguesia de Aradas. Tem acordo de cooperação celebrado com a Segurança Social em 25.11.2013.

A Estrutura Residencial para Idosos é uma residência coletiva que desenvolve atividades de apoio social a pessoas idosas e em situação de dependência desinseridas do seu meio familiar e/ou social, expressando livremente a sua vontade em serem admitidas.

Em caso de incapacidade na livre expressão dessa vontade, o pedido de admissão poderá ser formulado por um familiar ou representante legal que assuma a responsabilidade pelo internamento.

A estrutura residencial destina-se à habitação de pessoas com 65 ou mais anos, residentes no concelho de Aveiro, que, por razões familiares, dependência, isolamento, solidão ou insegurança, não podem permanecer na sua residência. Pode também, destinar-se a pessoas adultas de idade inferior a 65 anos, em situações de exceção devidamente justificadas e ainda proporcionar alojamento em situações pontuais, decorrentes da ausência,impedimento ou necessidade de descanso do cuidador.

Atualmente,são prestados os seguintes serviços:

1.- Alojamento em quarto individual, de casal ou duplo;

2.- Alimentação adequada às necessidades dos residentes, respeitando as prescrições médicas;

3.- Cuidados de higiene pessoal e imagem;

4.- Tratamento de roupa;

5.- Higiene dos espaços;

6.- Cuidados de enfermagem, bem como o acesso a cuidados de saúde;

7.- Administração de fármacos, quando prescritos;

8.- Apoio no desempenho das atividades da vida diária;

9.- Atividades de animação sociocultural, lúdico-recreativas e ocupacionais que visem contribuir para um clima de relacionamento saudável entre os residentes e para a estimulação e manutenção das suas capacidades físicas e psíquicas;

10.- Assistência Religiosa.

As atividades de estimulação/animação/ocupação/lazer geriátrico afirmam-se como áreas de suma importância, já que, através delas, se fomentam a interação e a autoestima do idoso. Neste sentido, o Lar possui diversos Planos segundo as áreas de intervenção (como podemos ver referidos mais à frente neste documento)concebidos pelos diversos membros da equipa técnica, cada um segundo a sua área, (após discussão em equipa técnica ao serviço da instituição), no qual estão descritos procedimentos, estratégias, datas festivas a celebrar, bem como atividades de diversas natureza (desde cuidados básicos, de saúde, de imagem, a animação litúrgica e de lazer). Estes Planos são Anuais e são apoiados por planificações semanais. Nestes são definidas a intervenção segundo as necessidade prementes em cada tempo concreto, bem como enunciadas as atividades de animação lúdica, aulas de ginástica, momentos de leitura, pintura, jogos tradicionais, trabalhos manuais, entre outras. É de igual relevo e relevância todos métodos de cuidados e atenção face ao bem-estar, cuidados de saúde, imagem e higiene.

Para que se possa ver a adequabilidade dos planos foi delineado um plano de avaliação, como podemos ver mais adiante neste documento.

Desde janeiro de 2015 prestamos apoio no domicílio.

São objetivos do Serviço de Apoio Domiciliário do Lar Paroquial Amélia Madail:

1.- Concorrer para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e famílias;

2- Contribuir para a conciliação da vida familiar e profissional do agregado familiar;

3- Contribuir para a permanência dos utentes no seu meio habitual de vida, retardando ou evitando o recurso a estruturas residenciais;

4- Promover estratégias de desenvolvimento da autonomia;

5- Prestar cuidados e serviços adequados às necessidades dos utentes, sendo estes objeto de contratualização;

6- Facilitar o acesso a serviços da comunidade;

7- Reforçar as competências e capacidades das famílias e de outros cuidadores

Em setembro de 2015, estendemos a nossa atuação abrindo o Centro de Dia.

São objetivos do Centro de Dia do Lar Paroquial Amélia Madail:

1.- Retardar o internamento e a dependência, oferecendo terapia de base e técnicas de reeducação e readaptação, organizadas no quadro da vida coletiva, como meios de prevenção;

2.- Responder, em simultâneo, a um conjunto de necessidades físicas e de readaptação à vida em sociedade, prevenindo o envelhecimento prematuro;

3.- Promover a interajuda através do desenvolvimento de atividades associativas e através de grupos de terapia ocupacional;

4.- Favorecer os sentimentos de interação, autoestima e segurança;

5.- Criar condições que permitam preservar a sociabilidade e incentivar a relação inter-familiar e inter-geracional, assegurando a continuidade dos contactos afetivos com os familiares, vizinhos e amigos;

6.- Ser um recurso social de utilização diurna, alternativo à institucionalização.